Patrono
Ver Localização

User Rating: 5 / 5

 

O caminho das Índias

Viagem de Vasco da Gama ao Oceano Índico (1497-1499)

grandes imperios da historia

 

IDA VOLTA
(1) 8/7/1497 -- Partida com três navios e uma embarcação de mantimentos (1) Ano-Novo de 1499 -- Dominado motim a bordo
(2) Agosto/1497 -- A frota passa perto de Trindade, na costa brasileira (2) 16/1/1499 -- Com a tripulação dizimada pelo escorbuto, Vasco abandona e queima um dos navios
(3) 25/11/1497 -- Navio de mantimentos é desmontado (3) 25/4/1499 -- A frota separa-se. Vasco da Gama fica em Cabo Verde para cuidar do irmão doente
(4) 2/3/1498 -- Bombardeio do porto de Moçambique e captura de dois navios mercantes (4) 8/9/1499 -- Vasco da Gama chega a Lisboa a bordo de uma caravela alugada
(5) 29/3/1498 -- Assalto a navio árabe carregado de ouro e mantimentos  
(6) 22/4/1498 -- Fidalgo árabe sequestrado é trocado por piloto capaz de guiar os portugueses até a Índia  
(7) 21/5/1498 -- O primeiro português -- um degredado -- desembarca em Calicute, na Índia  

 

Vasco da Gama ia na nau S. Gabriel, com o piloto Pêro de Alenquer, o escrivão Diogo Dias e o mestre Gonçalo Álvares; Paulo da Gama na nau S. Rafael, com o piloto João de Coimbra, o escrivão João de Sá e Álvaro Velho (possível autor do diário de bordo) ; Nicolau Coelho na Bérrio, com o piloto Pêro Escobar, e o escrivão Álvaro Braga; e na caravela (comprada pelo rei ao mercador de Lisboa Aires Correia ) ia seu comandante Gonçalo Nunes. Vinha também o primeiro sacerdote português que entra na Índia : Frei Pedro da Covilhã, companheiro e confessor de Vasco da Gama nesta viagem, que será martirizado em 7 de Julho de 1498 pelos gentios da Índia.

 

armada

A armada de cerca 160 homens, marinheiros e soldados, parte de Lisboa a 8 de Julho de 1497. Deixa a ilha de Cabo Verde a 3 de Agosto, chega à Baía de Santa Helena (África do Sul) a 7 de Novembro. A 22 de Novembro, dobra o cabo da Boa Esperança. Chega á Angra de S. Brás a 25, passa à vista de Natal em 25 de Dezembro. A 10 de Janeiro de 1498 chega à Terra da Boa Gente, onde permanece cinco dias. Atinge o rio dos Bons Sinais (Zambeze) a 25, alcança Moçambique a 2 de Março, Mombaça a 7 de Abril, Melinde a 14 e, aí, recebe um piloto guzarate, que o conduz a salvo até Calecut, onde chega a 20 de Maio, após 312 dias de viagem.

A armada regressa em 30 de Agosto. Em 15 de Setembro chega às ilhas de Santa Maria, e em 19 à ilha Angediva, onde Vasco da Gama repara as suas naus. Aí embarca um judeu, conhecido por "Gaspar da Índias". Em 5 de Outubro inicia o regresso a Portugal. A 2 de Janeiro de 1499, a armada avista a costa da África ; a 7, chega a Melinde e a 12, a Mombaça. A nau S. Rafael, incapaz de navegar tem de ser queimada. A 20 de Março a armada dobra o Cabo da Boa Esperança. As naus S. Gabriel e Bérrio chegam às ilhas de Cabo verde, Paulo da Gama está doente, e Vasco da Gama receando sua morte no mar, faz aparelhar uma caravela para atingir os Açores o mais rapidamente possivel. A caravela atinge a Ilha Terceira, e Paulo da Gama morre na cidade de Angra, onde é sepultado. Nicolau Coelho é encarregado de levar ao rei a boa nova da descoberta. Chega a Lisboa a 9 de Julho. Vasco da Gama chega a Lisboa em 29 de Agosto. Nessa expedição morreram cerca de 100 homens, vítimas de acidentes e de doença.

Ver também...

Vasco da Gama: o homem, a viagem, a época - Centro Virtual Camões

A viagem de Vasco da Gama - Nónio